Eixos Temáticos

1. Design no Brasil: quantificação e qualificação

Compartilhar

Artigos e comunicações que se utilizem de técnicas qualitativas e/ou quantitativas de mensuração, ou que desenvolvam métricas aplicadas à nossa atividade acadêmica e profissional. Para conhecermos o que fazemos e aprendermos com isso, precisamos organizar e sintetizar essas informações. Para promover uma produção que fundamente políticas de incorporação do design à cultura brasileira, essas sínteses são essenciais. Faz-se necessário reconhecer com precisão o que somos, como somos, a que nos dedicamos, de quais saberes somos detentores, quantos somos, onde estamos. 

1.1 Dados e métricas da prática do design no Brasil

Trabalhos que investiguem a formação e o perfil dos profissionais que exercem a atividade em um determinado território, que identifiquem polos de desenvolvimento local ou regional. Estudos descritivos ou comparativos que ajudem a caracterizar o mercado de trabalho para o design.

1.2 Dados e métricas da educação do design no Brasil

Trabalhos sobre a evolução do ensino de design nos seus diversos níveis, métricas para avaliação de desempenho e aprendizagem, as avaliações institucionais, o panorama do alunado e do corpo docente, dados sobre infra-estrutura física e tecnológica (laboratórios, bibliotecas, salas de aula). Caracterização dos cursos que atuam como vetores de desenvolvimento local/regional.

1.3 Dados, métricas e questões qualitativas na pesquisa em design no Brasil

Trabalhos que analisem a evolução dos temas de estudo, da produção acadêmica, as concentrações e dispersões de grupos de pesquisa. Impactos e efetividade da pesquisa em design, estudos bibliométricos que possam mensurar a contribuição do conhecimento brasileiro elaborado na área de design. Interações de unidades de ensino, instituições de pesquisa e empresas.